Vietnã, 30 dias a 30km/h

Na frenética Hanói, uma pequena mulher carrega dois cestos de frutas suspensos pelo ombro direito. É como se ela e seu chapéu cônico fossem o centro de uma balança. Seu equilíbrio garantirá a alimentação das suas crianças, que vivem longe e ela vê a cada mês. As ruas estão cheias. Contamos os carros nos dedos,…

Read More

O que Budapeste merece?

Entre poucas vogais e muitas consoantes mescladas em um idioma impossível, muita História e intermináveis banhos de água quente, acabamos por transformar Budapeste em nossa: de destino inexistente passou para a lista das “nossas” cidades preferidas na Europa. É um lugar que te oferece muito (ou nada) pra fazer. Em um verão de sol quente…

Read More